Dicas de Gestão

Uso da tecnologia nos setores jurídicos: entenda os benefícios

tecnologia nos setores jurídicos
0

A transformação digital vem causando impactos no mercado, nas mais diversas áreas de atuação, e não seria diferente com o Direito. O uso de tecnologia nos setores jurídicos vem se intensificando e beneficiando o trabalho dos profissionais envolvidos.

Adotada não só pelos advogados como nas rotinas dos Tribunais, a tecnologia vem possibilitando inúmeros ganhos à área jurídica. Inovações e soluções digitais representam economia de tempo e redução de custos, liberando advogados para atividades mais elaboradas e estratégicas.

Mas, afinal, você sabe como a tecnologia nos setores jurídicos é aplicada ao cotidiano dos profissionais e quais os seus principais benefícios? O post de hoje trata desse assunto e explica, ainda, como o Portal de Assinaturas pode ajudar nesses processos. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

O que é advocacia de dados?

Assim como em outros setores, o volume de dados na área jurídica não para de crescer. Ao passo que os clientes se tornam cada dia mais exigentes e as demandas por serviços mais rentáveis e eficientes é enorme.

Dessa maneira, lidar com o grande volume de dados e a forma como são organizados se tornou um dos maiores desafios do setor. Tratam-se de informações relevantes para diversas atividades do cotidiano do advogado, como pesquisa, elaboração de estratégia jurídica e avaliação de méritos de um caso.

Por isso, a capacidade de localizar e sintetizar informações importantes com agilidade impacta diretamente na qualidade do serviço oferecido por um escritório de advocacia ou setor jurídico de uma empresa.

Nesse cenário, a tecnologia surge como uma alternativa capaz de prover soluções, por meio de softwares e ferramentas que permitam otimizar a análise, processamento e arquivamentos desses dados, bem como agilizar etapas do processo jurídico, como a assinatura digital de documentos.

Quais os benefícios do uso da tecnologia no Direito?

Tanto escritórios de advocacia quanto departamentos jurídicos de empresas podem obter ganhos expressivos se investirem na aplicação de tecnologia digital em seu dia a dia.

A aplicação de inovadoras tecnologia nos setores jurídicos na rotina dos profissionais de direito promovem otimização operacional, redução de custos, agilidade no atendimento e maior abrangência na apuração de informações.

A partir da capacidade de análise é possível transformar informações em conhecimento relevante e aproveitável. Dessa maneira, as ferramentas digitais apresentam um enorme potencial de ganhos para a prática jurídica, como enumeramos abaixo.

  • auxílio na gestão do escritório;

 

  • acompanhamento de processos;

 

  • maior controle de prazos;

 

  • padronização de peças processuais;

 

  • economia de tempo e de recursos, financeiros e humanos;

 

  • segurança e backup de dados e documentos;

 

  • compartilhamento de arquivos online;

 

  • otimização da rotina burocrática e operacional dos profissionais;

 

  • aumento da produtividade;

 

  • mobilidade, com a realização de reuniões e assinatura de acordos e contratos a distância;

 

  • comunicação mais eficiente;

 

  • melhor na qualidade do serviço prestado.

Quais as principais aplicações de tecnologia nos setores jurídicos?

O primeiro passo para a digitalização é dado com a informatização da rotina de trabalho. Adoção de softwares e sistemas de gestão, digitalização de documentos e implementação de bancos de dados de processos.

A partir daí, abre-se um mundo de novas soluções, como plataformas de análise e compilação de dados, sistemas de extração e monitoramento de dados públicos, softwares de automação e gestão de documentos jurídicos, processos e contratos, soluções de gestão de informações, portais de assinatura, além da resolução online de conflitos — formas alternativas ao processo judicial, como arbitragem, mediação e negociação.

Aqui, destacamos algumas das principais aplicações da tecnologia no direito. Acompanhe!

Processo Judicial Eletrônico

Desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e com o departamento de informática dos Tribunais, o processo judicial eletrônico (PJe) vem fazendo a diferença no dia a dia de advogados.

Criado em 2011, as demandas ajuizadas passaram a ser exclusivamente acompanhadas por meio dessa tecnologia. Atos processuais podem ser praticados pelo sistema, de forma mais rápida e dinâmica. Além disso, permite o acompanhamento de processos em tramitação na Justiça Federal, dos Estados, Militar dos Estados ou do Trabalho.

Para o acesso ao sistema do PJe, o advogado deve obter um certificado digital, disponibilizado pela OAB.

Assinatura Digital

Uma ferramenta fundamental para a digitalização do judiciário é a assinatura digital. Com ela é possível assinar contratos e processos digitalmente, pelo celular, tablet ou computador, com segurança e validade jurídica.

Respaldada pela MP 2.200-02, na assinatura digital a identidade do signatário é comprovada pela associação com um Certificado Digital ICP-Brasil. Ela apresenta autenticidade, integridade e não repúdio, sendo utilizada em alguns sistemas e processos do judiciário.

Advogados podem assinar documentos digitalmente, utilizando o mesmo certificado digital OAB usado para acessar sistemas do judiciário.

Inteligência Artificial

Embora pareça coisa do futuro, o uso de inteligência artificial na definição de estratégias de atuação em tribunais já é realidade.

Plataformas tecnológicas permitem o mapeamento de tendências dos julgamentos no que diz respeito a tema específicos e algumas bancas adotam recursos digitais para levantar esses dados. Dessa maneira, os advogados podem elaborar uma defesa mais consistente e específica, com maiores chances de obter resultados favoráveis.

Como o Portal de Assinaturas pode auxiliar nos processos jurídicos?

O Portal de Assinaturas pode facilitar o cotidiano no âmbito jurídico não só pela possibilidade de assinar eletrônica e digitalmente contratos, petições, procurações, acordos e outros documentos, mas também por consistir em uma plataforma de gestão de transações digitais.

Suas diversas funcionalidades auxiliam na gestão de contratos eletrônicos, bem como no gerenciamento e armazenamento de documentos online. Dentre as quais, podemos citar o verificador de assinaturas, e-mail registrado, carimbo do tempo, assinatura em lote, criação de fluxos de assinatura, cadastramento de usuários com permissões distintas, envio de notificações aos signatários e outras.

Parceria com a OAB

Além disso, o Portal de Assinaturas Certisign tem parceria com a OAB, um grande incentivo à transformação digital nos meios jurídicos.

Dessa forma, todo profissional que possui um certificado digital OAB pode acessar o Portal de Assinaturas para assinar documentos digitalmente. Atitudes como essa têm por objetivo tornar a advocacia cada vez mais ágil e segura, por meio das novas tecnologias.

Como vimos, o emprego de tecnologia nos setores jurídicos vem se tornando cada vez mais difundido no Brasil, tendo sido amplamente impulsionado a partir da implementação do processo judicial eletrônico, em 2011. Além disso, a medida provisória, que equipara a assinatura digital à versão manuscrita autenticada em cartório também foi fundamental para essa evolução.

Se você deseja saber mais sobre esse assunto, não deixe de ler nosso texto sobre como um portal de assinaturas para advogados pode favorecer as suas rotinas.

Uso da tecnologia nos setores jurídicos: entenda os benefícios
5 (100%) 1 Votos
Você pode gostar
Contrato eletrônico: 5 dicas para garantir mais segurança
Contrato eletrônico: 5 dicas para garantir mais segurança
Autenticidade de assinatura: como assegurar a sua legitimidade?
Autenticidade de assinatura: como assegurar a sua legitimidade?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu site

Share This