Mudança de hábitos na empresa: qual é a importância para o sucesso dos negócios?

6 minutos para ler

Da mesma maneira que a busca por uma vida saudável quase sempre demanda uma mudança de hábitos, nas empresas, para se obter sucesso, muitas vezes também é necessário quebrar paradigmas e alterar comportamentos.

Hábitos são aquelas ações que fazem parte da rotina, sendo realizadas quase automaticamente. São decisões tomadas com base em ideias preconcebidas em nosso subconsciente que tomam cerca de 40% do nosso dia.

Segundo a Harvard Business Reviewuma forma de manter o foco em longo prazo é automatizar o máximo possível a sua rotina, reduzindo o tempo gasto com decisões irrelevantes. Ou seja, os hábitos são o caminho para a produtividade.

Dessa maneira, não é difícil prever o impacto da mudança de hábito na vida das pessoas, e também nas empresas.

No entanto, por se tratarem de organizações movidas por indivíduos com hábitos distintos, pode ser difícil promover esse tipo de mudança em uma empresa. Mas não é impossível.

E é justamente sobre isso que falaremos neste post. Quais hábitos podemos identificar em empresas de sucesso? Como se livrar de crenças limitantes em busca de uma mudança de hábitos que contribua para a conquista de seus objetivos de negócio? Não deixe de ler!

Hábitos comuns entre as empresas de sucesso

Não há uma única receita, tampouco uma fórmula mágica, no entanto, é possível identificar alguns ingredientes fundamentais.

Tratam-se de comportamentos comuns das empresas de sucesso que podem ser mapeados e repetidos e devem receber a atenção dos gestores, ainda que não sejam garantia de nada.

Entre as características que devem nortear a mudança de hábitos nas empresas, listamos algumas a seguir.

Pensamento em longo prazo

O imediatismo pode matar o negócio. É preciso entender que lucro e resultados vêm com o tempo, por isso, toda estratégia deve ser feita com foco no futuro, no médio e no longo prazo.

Embora os gestores tenham que entregar resultados anualmente, vale a pena abrir mão de certas ações em prol de um futuro mais consistente.

Resiliência do empreendedor

Partindo do princípio de que as coisas não acontecem da noite para o dia, o empreendedor deve ter a habilidade de persistir em seus objetivos. Ser resiliente é manter a capacidade de perseguir suas ideias, a despeito dos percalços e imprevistos do caminho.

Investimento em tecnologia

A tecnologia é uma grande aliada, facilitando a vida e os negócios. Novas e simples soluções, aplicadas ao dia a dia, podem otimizar os processos, de maneira a transformar uma empresa em líder de mercado.

A digitalização de documentos e o uso de assinaturas digitais melhoram o fluxo operacional interno, bem como agilizam o relacionamento com clientes e fornecedores.

Dessa maneira, a contratação de uma ferramenta como o Portal de Assinaturas pode ajudar no controle documental e na gestão das transações digitais realizadas pela empresa.

Capacidade de adaptação

O mercado é dinâmico e está em constante modificação. A capacidade de se adaptar às mudanças de cenário é uma das características marcantes das empresas bem-sucedidas.

Considerando os impactos da transformação digital, pode-se dizer que a empresa que não estiver apta a se adaptar à era digital não será capaz de melhorar a experiência do cliente, ficando para trás em relação à concorrência.

Inovação

Nesse sentido, destaca-se também a capacidade de inovar. Nenhuma empresa pode sobreviver por anos no mercado oferecendo os mesmos produtos e soluções.

É necessário buscar novos conhecimentos, ferramentas e estratégias para propor soluções fáceis e rápidas, que atendam às demandas em constante transformação.

Visão de retorno sobre o investimento

Encarar investimento como gasto não é uma mentalidade própria dos grandes empreendedores. É importante pensar no retorno que determinado investimento — em tecnologia, pessoas ou infraestrutura — trará, tendo em mente qual caminho seguir para continuar obtendo lucro no futuro.

Responsabilidade social e civil

Organizações de sucesso contribuem para a sociedade ao agir de maneira ética e responsável. Sendo assim, práticas sustentáveis são bem-vistas — como a redução do uso de papel —, bem como a lisura com os compromissos fiscais e a preocupação com a segurança das informações.

Os primeiros passos para a mudança de hábitos

Embora seja necessário o impulso inicial, apenas a força de vontade não sustenta novos hábitos por muito tempo. De acordo com Aristóteles, “somos aquilo que fazemos repetidamente”. É preciso começar fazendo um pouco, todos os dias.

De acordo com Charles Duhigg, em seu livro “O Poder do Hábito”, os hábitos são constituídos por gatilho, rotina e recompensa, sendo o gatilho o impulso para a rotina — o hábito em si automatizado — e a recompensa o impulso para a motivação.

Dessa maneira, são enraizados em nosso subconsciente, construídos a partir de paradigmas que ditam a maneira como agimos, muito mais do que o pensamento consciente e racional.

Por isso é tão difícil adquirir novos hábitos e, principalmente, substituir aqueles que são nocivos: os gatilhos e recompensas permanecem os mesmos, mas é preciso mudar a rotina para, então, obter resultados diferentes.

Pensando nisso, reunimos aqui alguns passos iniciais para a mudança de hábitos, que podem, também, ser facilmente aplicados em sua empresa.

Hábitos angulares

São aqueles capazes de gerar reações em cadeia, como uma engrenagem. Em uma organização, é preciso identificar quais rotinas, quando mudadas, podem provocar alterações nos padrões.

Ou seja, para promover mudanças mais profundas, é importante mapear os hábitos angulares e seus impactos.

Pequenas vitórias

Não adianta querer causar uma revolução mudando vários hábitos de uma vez. As pequenas vitórias alimentam transformações, convencendo as pessoas de que conquistas maiores são possíveis.

É como se a cada mudança, novos hábitos assumissem o controle, quebrando paradigmas e desmistificando crenças limitadoras.

Novos valores

Hábitos angulares transformam a cultura organizacional — valores que ditam o comportamento dos colaboradores, norteando suas atitudes para o bem da comunidade corporativa.

Conceitos como autodisciplina, compartilhamento de ideias e força de vontade só podem ser tidos como valores quando são intrínsecos à mentalidade da equipe, por hábitos arraigados em sua cultura.

Sendo assim, hábitos afetam diretamente a cultura organizacional e pequenas mudanças podem gerar impactos positivos, fazendo a empresa crescer e evoluir.

Uma vez convencido da importância desses hábitos para o sucesso duradouro de uma empresa, esperamos que as nossas dicas possam contribuir para a mudança de hábitos em sua organização, instigando-o a promovê-la entre seus funcionários.

Se você gostou deste conteúdo, permita que ele ajude outros empreendedores a iniciar a mudança em suas empresas. Compartilhe nas redes sociais!

Mudança de hábitos na empresa: qual é a importância para o sucesso dos negócios?
5 (100%) 2 Votoss
Posts relacionados

Deixe uma resposta