lições sobre inovação lições sobre inovação

6 lições sobre inovação que Renato tem para ensinar aos novos empreendedores

7 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Renato é um pequeno empreendedor que busca expansão no mercado. Ele tem uma rotina intensa dentro dos negócios, como atendimento a solicitações diversas, reuniões ao longo da semana, coordenação da equipe e assinatura de contratos. Nas suas tarefas, Renato sempre enfrentou dificuldades nos processos desde inconsistências e atrasos.

Isso dificultava o alcance de metas de produção e responsabilidades legais com os Órgãos, clientes e parceiros. Renato, então, resolveu buscar soluções que mudassem essa situação, otimizando o fluxo de trabalho, a comunicação interna e a qualidade dos serviços prestados no mercado. Nesse contexto, conheça, a seguir, as lições sobre inovação que podemos aprender com Renato. Acompanhe!

1. A avaliação de processos é indispensável

Antes de implementar qualquer mudança, Renato começou com a avaliação de dados para automatizar os processos de negócios, tendo que decidir quais atividades eram possíveis modificar de maneira inovadora. Em primeiro lugar, ele tratou de serviços eletrônicos, que permitiriam, com custos mínimos de tempo, trabalhar na guarda, no acesso, no envio e no registro de arquivos. Algumas questões foram destacados por Renato:

  • Quais processos podem ser executados sem a intervenção humana?
  • Quais custos podem ser reduzidos pela adoção de inovação?
  • Quanto tempo a equipe perde com procedimentos de pesquisa e consulta?
  • Quanto tempo leva para fechar um contrato e obter as respectivas assinaturas?

Um dos graves entraves da empresa de Renato eram os custos com impressão, envio e registro de assinatura em cartório. Além de tomar tempo, recursos que poderiam ser empregados em estratégia,s eram gastos com atividades que poderiam ser automatizadas. Então, ele buscou consultoria de profissionais e também ouvir parceiros de mercado, obtendo todas as informações necessárias para adquirir uma solução eficaz posteriormente.

2. A inovação também é sobre resultados

Renato constatou que, muitas vezes, os novos empreendedores enxergam a transformação digital apenas como uso de mídias sociais, um site e alguns ótimos programas. No entanto, vai muito além disso, princípios como a jornada do cliente são elementares para a empresa e também é recomendável encontrar os pontos de contato com os consumidores.

Todos os setores são afetados pelas lições sobre inovação que um empreendedor pode aprender, incluindo o modelo de negócios. Renato buscou se concentrar nas áreas que representam elementos significativos para o sucesso do negócio, agregando valor, entregando resultados e não apenas sendo impulsionados pela tecnologia. Ele chegou à conclusão de que a inovação não deve ser vista apenas como uma tendência, mas sim como uma forma de resolver problemas concretos.

3. Os dados são a base da análise da transformação digital

Os gargalos que Renato enfrentava no dia a dia faziam com que os negócios não fluíssem, entre eles, estava a inconsistência dos dados. Ele percebeu que a tecnologia é a chave da inovação de produtos e os dados são os impulsionadores para esse objetivo. Reunir dados e avaliá-los em tempo real forneceu o ponto de partida para mudanças importantes. Renato buscou entender o que estava acontecendo no fluxo de trabalho e a avaliar adequadamente os dados.

Em suas pesquisas, ele conheceu sobre o aprendizado de máquina e inteligência artificial (IA), que podem ser muito úteis para tirar conclusões dos dados obtidos e para tomar decisões. Por exemplo, o fluxo do cliente pode ser investigado, os relacionamentos podem ser melhor compreendidos ou todo o ambiente de negócios pode ser analisado para definir metas correspondentes para a digitalização de diferentes áreas.

4. Inovação de produtos é um processo coletivo

Conforme Renato compreendeu, a digitalização tem um elemento de inovação. Portanto, ambos estão fortemente conectados e precisam do time certo. Clientes, colaboradores e parceiros de negócios são partes interessadas importantes e todos precisam estar engajados na extração de lições sobre inovação. A fim de desenvolver plenamente o poder inovador, Renato buscou agir no engajamento de todos os envolvidos.

Renato sabia que mediante ao alinhamento a uma cultura de mudanças, novos modelos de serviços poderiam ser oferecidos, bem como produtos inovadores desenvolvidos e campos de negócios completamente modernos estabelecidos. Para alcançar esses objetivos ele resolveu manter um constante ajuste do time de profissionais, buscando extrair o melhor de cada um, além de uma mentalidade flexível para suportar essas mudanças.

5. Mudanças vêm de todos os níveis da organização

Dentre as lições sobre inovação, Renato viu que impulsionar a transformação digital deve ser responsabilidade de todos, um processo inovador só pode funcionar se houver união. Ao entender que uma mudança cultural, como a digitalização, deve ser entendida e vivida por todos os níveis do empreendimento, Renato resolveu buscar uma integração em todos os níveis da organização, desde o operacional a direção.

Ele fez um esforço para que todos pudessem entender que uma remodelagem dos processos de negócios agregam valor e todos se beneficiam. Para implementar inovações com convicção, Renato buscou compartilhar cases de sucesso, reafirmando as oportunidades de poder fazer melhor o trabalho, otimizando as rotinas diárias.

6. A mobilidade é indispensável

As tecnologias estão em ascensão, com milhões de dispositivos móveis nas mãos de usuários em todo o mundo, bem como o número crescente de usuários. Dos aspectos das lições sobre inovação o que qualquer empreendedor pode tirar é que a digitalização já é uma realidade. Renato percebeu que se os serviços não são oferecidos com devida mobilidade e praticidade poderá ocorrer um impacto negativo nos negócios e na reputação. Ele buscou analisar diversas soluções digitais e como elas poderiam ser úteis em uma base móvel.

Renato pesquisou mais sobre plataformas em nuvem e digitalização de arquivos, bem como assinaturas digitais e envio de documentos eletrônicos. Ao checar a MP 2.200-2, ele percebeu que a mobilidade trazida pela digitalização pode ser um elemento central para oferecer ou facilitar seus produtos e serviços, tendo respaldo na legislação nacional vigente.

Por fim, Renato já havia compreendido diversos aspectos de mercado e do seu próprio negócio que ele não percebeu antes, devido sua intensa rotina. Dentro de sua trajetória, ele tirou lições sobre inovação importantes que o fizeram amadurecer profissionalmente, chegando à conclusão de que a ferramenta ideal para as suas demandas era o Portal de Assinaturas.

Ele avaliou o custo-benefício e como impactaria seus negócios. Renato alcançou praticidade, economia e qualidade nas entregas, expandindo seu faturamento e consolidando sua marca no mercado.

E então, as lições sobre inovação são fundamentais para a qualidade do desenvolvimento de negócios, não é mesmo? Agora que você conheceu a trajetória de Renato, veja como a gestão de inovação pode aumentar a competitividade em pequenas e médias empresas!

6 lições sobre inovação que Renato tem para ensinar aos novos empreendedores
Avalie este post
Posts relacionados

Deixe uma resposta