Internet das coisas: como ela está mudando as relações de negócio?

7 minutos para ler

Embora muitos não percebam, o conceito de Internet das Coisas — também designado pela sigla IoT (Internet of Things) — já está presente na vida de muita gente.

No universo corporativo, não é diferente. Essa tecnologia terá impactos cada vez mais significativos em todos os segmentos — destacando-se as áreas da saúde, indústria, serviços e rural.

Se para os consumidores a tecnologia representa praticidade, para as empresas ela possibilita a oportunidade de criar serviços mais eficazes e personalizados, tonando a cadeia operacional mais flexível.

Por isso, no post de hoje, apresentamos como a tecnologia, em especial a IoT, vem transformando a maneira de fazer negócio: as suas aplicações nas empresas, vantagens para os negócios e impactos no mundo corporativo. Não deixe de ler!

O que é Internet das Coisas e as suas aplicações?

De maneira simples, pode-se dizer que Internet das Coisas ou IoT (Internet of Things) é a conexão de objetos do cotidiano à internet. De sensores a assistentes pessoais, trata-se de um conjunto de dispositivos conectados via rede sem fio para a coleta e troca de dados.

Para os consumidores, em geral, a tecnologia já está disponível em relógios, geladeiras e aparelhos fitness, por exemplo. No mundo corporativo, as possibilidades são inúmeras, de câmeras inteligentes nas lojas de varejo a linhas de produção conectadas em fábricas.

Eletrodomésticos, máquinas industriais, equipamentos médicos, meios de transporte, entre outros. Tudo pode ser ligado à rede. De acordo com o BNDES, os investimentos na área só tendem a aumentar, movimentando cerca de 132 bilhões de reais até 2025.

Quais vantagens a tecnologia traz para o mundo corporativo?

Não é mais novidade que a tecnologia vem revolucionando o mundo dos negócios. A era digital trouxe diversas ferramentas — como o Armazenamento em Nuvem, a Assinatura Eletrônica,  a Assinatura Digital, o Portal de Assinaturas, a Plataforma de Pagamento Digital, o Big Data, entre outras — que vêm otimizando os fluxos de trabalho e, até mesmo, transformando a como as empresas fazem negócios.

Mas, e quanto à Internet das Coisas, qual é a sua relevância no mundo corporativo? Afinal, quais são as vantagens que a conexão de objetos à internet pode trazer para uma empresa?

Economia

De maneira geral, assim como as demais tecnologias digitais, a IoT possibilita a realocação do quadro de funcionário, em virtude da automação empresarial. Além de aumentar a vida útil de equipamentos e reduzir o consumo de energia, papel e água e outros suprimentos.

Segurança do trabalho

Os benefícios vão desde a análise das condições do ambiente de trabalho, permitindo melhorias feitas remotamente, ao desenvolvimento de roupas inteligentes. Essas peças seriam capazes de coletar informações e definir sobre a segurança para operar, alertando o usuário sobre qualquer perigo, por exemplo, gases tóxicos.

Autonomia

Conferindo mais autonomia aos equipamentos, é possível que máquinas operem sem interação humana. Dessa forma, a mão de obra é liberada para desempenhar funções mais relevantes e estratégicas.

Interatividade

Trata-se de uma tecnologia que promove interação entre os fatores de um processo de maneira global. Nesse sentido, linhas de produção conectadas à internet podem ser facilmente programadas e reconfiguradas em tempo real, se tornando mais ágeis e eficientes.

Além disso, por meio da interatividade com os seus clientes, uma empresa pode prever as demandas e atender a expectativas, melhorando a experiência do cliente.

Monitoramento

A Internet das Coisas pode ser usada no monitoramento de dados para a prevenção de falhas, humanas ou não. Sensores em data centers controlam, por exemplo, a temperatura e a unidade locais.

No entanto, além do monitoramento ambiental, o acesso a quaisquer dados em tempo real melhora o processo de tomada de decisão por parte dos gestores.

Como a IoT impacta a transformação digital nas empresas?

Já inserido no cotidiano das pessoas, no mundo corporativo, esse novo paradigma tecnológico vem revolucionando as rotinas de trabalho e abrindo novas oportunidades de crescimento e inovação.

No entanto, na prática, quais mudanças a Internet das Coisas promove nas empresas? Quais são os impactos dessa tecnologia nos fluxos operacionais?

Aumento no Volume de Dados

Com o grande número de dispositivos conectados, o aumento de dados coletados pelas empresas é inevitável. Nesse cenário, é preciso repensar a forma como essas informações serão processadas e convertidas em estratégias de prospecção e serviços ao consumidor.

Gerenciamento remoto de recursos

Devido à popularidade dos celulares, a mobilidade está cada vez mais presente no mundo corporativo.

Com o desenvolvimento da IoT, os smartphones serão usados também para o gerenciamento remoto de aparelhos conectados. Dessa maneira, funcionários terão de lidar com uma infinidade de aplicativos e sistemas com funções específicas.

Informação em tempo real

O trabalho interno e o relacionamento entre os colaboradores são totalmente redimensionados pela conectividade, uma vez que dispositivos IoT são capazes de realizar videochamadas e mandar mensagens instantâneas — de voz, texto ou vídeo.

Assinaturas feitas digitalmente

A conectividade, o dinamismo e a velocidade promovidos por essa tecnologia demandam a digitalização dos processos internos e externos da empresa. Nesse contexto, observa-se uma mudança em relação aos hábitos de assinatura de documentos.

Diversos arquivos, incluindo os contratos com clientes, podem ser assinados pela internet, com a mesma validade jurídica de uma assinatura manuscrita. A assinatura digital, associada a um certificado digital, confere autenticidade e legitimidade aos documentos eletrônicos, podendo ser realizada por meio do Portal de Assinaturas — plataforma de gestão de transações digitais da Certisign.

Segurança da Informação

Todo esse compartilhamento de dados, realizado dinamicamente e em tempo real, garante resultados impressionantes, embora também aumente a vulnerabilidade. Esse processo aumenta as portas de entrada para ataques de hackers e empresas concorrentes, exigindo das empresas mais investimento em segurança da informação.

Novas formas de se relacionar com o mercado

A incorporação dessa tecnologia à empresa não se restringe às mudanças internas. Pelo contrário, se a IoT está cada vez mais presente na vida dos consumidores, mudando os seus hábitos de consumo e demandas por serviços, caberá às empresas oferecer-lhes cada vez mais possibilidades nesse sentido.

Investimentos em tecnologia

Viabilizar inovações tecnológicas quase sempre pressupõe investimentos. Com a IoT, não é diferente. Para que os benefícios de um mundo conectado sejam reais para o negócio, é preciso obter ferramentas que armazenem, trafeguem e analisem as informações coletadas, como sensores inteligentes, gateway e uma plataforma de gestão de dados.

Segundo levantamento da consultoria de risco Marsh — que ouviu mais 700 executivos de 60 países, dentre eles o Brasil —, 48% das empresas no mundo utilizam a Internet das Coisas em suas operações.

Por isso, a empresa que não se adequar a essa realidade, incorporando a Internet das Coisas em seus processos internos e externos, perderá espaço para a concorrência.

Se você gostou deste post, não deixe de ler nosso artigo completo sobre os impactos da transformação digital no mercado.

Internet das coisas: como ela está mudando as relações de negócio?
5 (100%) 1 Votos
Posts relacionados

Deixe uma resposta