Dicas de Gestão

Guia básico: o que é ROI e como calculá-lo?

O ROI representa a relação entre lucro e prejuízo obtido sobre o capital investido. Saiba como avaliar todos os investimentos feitos.
0

Gerir uma empresa não é uma tarefa simples. É preciso ter ciência de quais estratégias dão resultados e são excelentes alternativas para aproximar o negócio de seus objetivos.

Uma das principais métricas avaliadas pelos empreendedores é o ROI (Return On Investment — Retorno Sobre o Investimento), que tem por objetivo avaliar os rendimentos obtidos a partir de recursos investidos. Em outras palavras, o ROI representa a relação entre lucro e prejuízo obtido sobre o capital investido.

O cálculo do ROI pode ser utilizado para a tomada de decisão para o investimento em novos negócios e projetos, uma vez que o potencial retorno é indicado. Além disso, pode-se utilizá-lo para verificar a resposta de investimentos em tecnologia e a sua contribuição para a empresa.

É válido ressaltar que o ROI pode ser utilizado para qualquer tipo de ação que visa um lucro futuro. Campanhas de marketing, aquisição de ferramentas, compra de softwares, investimento em novas tecnologias, treinamento de vendas, entre outros exemplos.

Interessou-se pelo assunto? Então, você está no lugar certo. Criamos um guia para explicar o que é ROI e como calculá-lo. Tenha uma boa leitura e aprenda um pouco mais sobre essa métrica.

Como calcular o ROI?

O cálculo do ROI é extremamente simples de ser realizado. Inclusive, esse é uma das justificativas utilizadas para explicar o motivo dessa métrica não receber a devida atenção.

A fórmula para o cálculo do ROI é:

ROI = (lucro obtido – total investido) / total investido

Como já destacado, essa fórmula pode ser utilizada para avaliar o negócio como um todo ou apenas um projeto específico. O resultado final pode ser multiplicado por 100, transformando-o em um dado percentual.

Apesar de ser uma fórmula simples, o investidor deve tomar alguns cuidados ao utilizá-la. É preciso se atentar para o “total investido”, lembrando de considerar todos os custos realizados para a viabilização do investimento. Sendo assim, toda e qualquer despesa deve ser incluída, bem como o tempo despendido.

Por que é importante avaliá-lo?

O Retorno Sobre o Investimento um dado importantíssimo para atestar o sucesso ou o fracasso de ações que foram planejadas e executadas. O resultado final pode, ainda, ser qualificado como satisfatório ou insatisfatório, de acordo com as expectativas do empreendedor.

Para facilitar o entendimento de o que é ROI, suponha que a sua empresa tenha realizado um investimento de R$ 35 mil, com uma margem de lucratividade em torno de 40%. Entretanto, o ganho final foi de R$ 90 mil, sendo R$ 50 mil de lucro. E aí, o projeto foi vantajoso?

Aplicando a fórmula vemos:

(50.000 – 35.000) / 35.000 = 0,42857

0,42857 x 100 = 43%

Ou seja, para cada real investido, ganhou-se R$ 0,43, além do recuperado.

Certamente, você analisou as contas e percebeu que os números não batem, pois R$ 90 mil – R$ 50 mil resulta em R$ 40 mil. Como foram investidos R$ 35 mil, o restante (R$ 5 mil) é relativo a despesas diversas, além do capital investido.

A margem de lucratividade esperada para o projeto era de 40%, porém a análise do ROI permitiu identificar uma lucratividade de 43%. Logo, o projeto pode ser considerado de sucesso.

O que se deve avaliar pelo resultado do ROI?

O resultado fornecido pelo ROI representa muito mais do que o sucesso ou o fracasso de um projeto ou empreendimento. O resultado oferece respostas fundamentais para que o empreendedor possa decidir continuar, ajustar, corrigir, substituir, reforçar e, até mesmo, cancelar um projeto.

O uso constante dessa métrica poderá levar a sua empresa para novos caminhos. O empreendedor conseguirá realizar uma projeção de resultados financeiros, buscando identificar a previsão do retorno de capital e a projeção de resultados por tempo, identificando a periodicidade do investimento e sua capacidade de geração de benefícios.

Devemos lembrar que o principal objetivo da utilização de métricas é monitorar e medir os resultados. Sendo assim, é preciso destacar alguns aspectos importantes do Retorno Sobre o Investimento, como a simplicidade (fácil de entender), relevância (agrega valor ao usuário) e facilidade de obtenção (o cálculo é extremamente simples).

O que é preciso para avaliá-lo?

Agora que você já sabe o que é ROI, como calculá-lo, a importância de avaliá-lo e o que avaliar, a dúvida que fica é: o que é preciso para avaliá-lo? Quais características e costumes o empreendedor precisa agregar para conseguir examinar essa métrica?

Tenha paciência ao avaliar investimentos

A primeira característica necessária é a paciência ao avaliar investimentos. Um novo software, por exemplo, necessita de aprendizado, por parte dos usuários, ações eficientes e tempo para se tornar um sucesso. Da noite para o dia, nada pode ser realizado.

Portanto, antes de calcular o seu ROI, lembre-se de dar um tempo razoável para que as ações possam trazer resultados interessantes. Caso contrário, você poderá jogar uma estratégica fantástica no lixo, realizando mudanças antes da hora.

Uma dica para identificar o momento certo para se tomar uma ação é realizar o acompanhamento do ROI com o passar dos meses. Então, compare o progresso com o prazo de retorno, definido no início do projeto.

Esteja disponível para adaptações

Antes de iniciar um projeto, toda a sua equipe despendeu muita energia, dedicação, tempo e trabalho em equipe para executá-lo. Houve, ainda, a realização de investimentos financeiros e outras despesas, para que os objetivos pudessem ser alcançados.

Porém, os resultados não estão de acordo com o que foi planejado. Logo, é preciso que você se adapte rapidamente. Seja realizando grandes mudanças no planejamento, seja abandonando aquela proposta que parecia a solução de seus problemas.

É preciso deixar claro que a capacidade de tomar decisões rápidas e reagir às mudanças de circunstâncias é uma das características fundamentais para se aplicar em conjunto com o ROI. Pense nisso!

Conheça o seu mercado

O mundo contemporâneo está passando por uma grande revolução tecnológica. Nos últimos anos, vários recursos surgiram, impactando positivamente nossa vida e simplificando nossas ações.

Infelizmente, algumas empresas não observaram o mercado e perderam muito espaço. Você lembra, por exemplo, que já utilizamos máquinas digitais para tirarmos fotos? Então, por onde anda a Kodak?

Esse foi apenas um exemplo de empresa que não conseguiu acompanhar os avanços tecnológicos e sofreu grandes perdas. É preciso lembrar que uma ação pode ter excelentes resultados hoje, mas ser um fracasso amanhã (ou o contrário).

Assim sendo, é fundamental utilizar o ROI para avaliar e conhecer o mercado. Procure observar o seu público-alvo identificando seus principais gostos e desejos. Essa é uma maneira interessante de estar sempre na frente da concorrência e fornecer produtos capazes de solucionar problemas e curar as principais dores dos clientes.

Acompanhar os números fornecidos pelo Retorno Sobre o Investimento é fundamental para o sucesso de uma empresa. Os empreendedores terão informações suficientes para tomarem as melhores decisões e colocar a companhia no caminho do sucesso.

E aí, gostou do nosso artigo? Aprendeu o que é ROI e como calculá-lo? Deseja obter novos conhecimentos para melhorar a gestão do seu negócio? Que tal conhecer o recurso da autenticação digital e a sua importância? Não deixe para depois, hein?

Você pode gostar
Como a automação empresarial agiliza processos?
O arquivo eletrônico nada mais é do que um documento que possa ser acessado em meios digitais como computadores, tablets e celulares. Conheça 6 benefícios.
Arquivo eletrônico: 6 benefícios de usá-lo em sua empresa!

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu site

Share This