gestão da qualidade gestão da qualidade

O que é e como funciona a gestão da qualidade nas PMEs

6 minutos para ler

A gestão da qualidade faz parte de um gerenciamento empresarial. Ela organiza e direciona modos para atingir metas e controlar essas medidas. Em outras palavras, está principalmente relacionado à definição de política de qualidade e sua implementação. Os gerentes, principalmente responsáveis pelo desempenho econômico, enxergam a qualidade como o principal fator que lhes permite alcançar o máximo de resultados.

Dentro das PMEs não é diferente, a qualidade deve ser um ponto central para alcançar competitividade no mercado. Independentemente do tamanho do empreendimento, o plano de produção e entregas deve ser traçado tendo como base as melhores práticas e ferramentas de apoio testadas e consolidadas.

Nesse contexto, falaremos, neste artigo, a importância da gestão da qualidade nas PMEs. Boa leitura!

O que é gestão de qualidade?

A gestão da qualidade é uma abordagem que se esforça para melhorar a eficiência e a flexibilidade da organização, a fim de atender aos requisitos, necessidades e expectativas do cliente. Ela usa funções de gerenciamento em toda a empresa para essa finalidade. Isso abrange treinamento da equipe, aplicação de metodologias padronizadas, avaliação de resultados, correção de erros, entre outros.

A política de qualidade é uma declaração formal e geral da empresa, já que pretende tratar as questões de gestão da qualidade e a posição desejada da empresa em relação aos clientes e à concorrência. Ela é um documento obrigatório pela ISO 9001 e deve expressar o que pertence à área principal de atividade da empresa.

Se, portanto, ela for definida de maneira que não corresponda à competência básica da empresa, não conseguiremos nada além de aparências. Um determinado texto de política de qualidade não se encaixe em toda empresa, a sua formulação deve ser individual de modo que se relacione com uma determinada empresa ou, pelo menos, com a sua área de atividade.

Quais os benefícios dessa gestão?

Como a gestão da qualidade é um processo que abrange todas as atividades da empresa, deve-se notar que os melhores resultados são alcançados por aquelas empresas que envolvem todos os colaboradores em cada posição no processo de gestão. Isso diminui a ocorrência de inconsistências, e pode ser evitada em todas as estações de trabalho distribuídas na PME.

Os principais benefícios da gestão da qualidade são:

  • organização focada no cliente: a receita na empresa depende do atendimento aos requisitos do cliente, sendo a gestão da qualidade a solução que permite ter um foco real no consumidor;
  • liderança efetiva: os líderes conseguem assegurar a coerência das metas e direções de desenvolvimento e criar uma atmosfera organizacional na qual a equipe está totalmente comprometida com sua realização;
  • compromisso de pessoal: as pessoas são a base da organização, o seu envolvimento por meio da gestão da qualidade permite o uso pleno e efetivo de suas habilidades em benefício da empresa;
  • abordagem baseada em processos: o resultado assumido pode ser alcançado de forma mais eficaz quando se considera todo o processo de implementação do produto junto a subprocessos, quando necessário;
  • fluxo sistêmico: definir e organizar processos interdependentes, bem como recursos, responsabilidades, compreender as interdependências e o gerenciamento hábil é a base da gestão da qualidade para aumentar a eficácia e a eficiência da organização;
  • melhoria continua: as decisões efetivas são baseadas em uma análise lógica dos dados e informações disponíveis, otimizando o processo de tomada de decisão nos negócios;
  • relacionamento mutuamente benéfico com o fornecedor: a gestão da qualidade viabiliza o estabelecimento de relações mutuamente favoráveis entre a organização e seus fornecedores, fortalecendo a capacidade de ambas as empresas de multiplicarem os seus lucros.

Como aplicar em PMEs?

As PMEs também enfrentam diversos problemas como desafios na gestão de documentos, gargalos operacionais, desperdício de recursos etc. Mesmo assim, muitas micro e pequenas empresas resistem a tomar a iniciativa de adotar a gestão da qualidade. Isso se deve ao não desconhecimento das vantagens que podem ser obtidas.

A aplicação da gestão da qualidade não é uma tarefa fácil. Para começar, é necessário o emprenho do gestor da PME para romper com hábitos tradicionais e tomar a iniciativa para influenciar a equipe no direcionamento para a inovação e o foco no cliente. É essencial o engajamento de todos na análise da cadeia de valor de negócio para distribuir responsabilidades de maneira estratégica.

Ter flexibilidade dos envolvidos, devido à amplitude das atividades relacionadas ao desenvolvimento, melhoria e manutenção do sistema de gestão da qualidade, é fundamental. A partir dessa mudança na cultura interna da empresa é possível identificar novas oportunidades, bem como diminuir custos e alavancar a produtividade tendo em vista uma gestão inteligente.

Ferramentas de gestão de qualidade

5S

O 5S é uma das ferramentas de gestão que permite criar uma cultura de disciplina, identificação de inconsistências e geração de melhorias. Sua base está em 5 palavras: Seiri (Senso de Utilização), Seiton (Senso de Organização), Seiso (Senso de Limpeza), Seiketsu (Senso de Padronização) e Shitsuke (Senso de Disciplina). Isso promove uma melhor compreensão de desenvolvimento e aperfeiçoamento constante.

PDCA

O ciclo PDCA abrange 4 etapas: PLAN (Planejamento), Do (Execução), Check (Verificação) e Act (Ação). Por meio delas se torna viável compreender como determinado problema surge e de que maneira ele pode ser solucionado. Ou seja, ele trata de evitar a causa dos transtornos e não as consequências.

SWOT

A análise SWOT consiste em uma técnica administrativa que busca definir e explorar os aspectos de um projeto ou produto. Cada letra dessa sigla, em inglês, representa as seguintes palavras: Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Basicamente, essa ferramenta ajuda a identificar os pontos fortes e fracos da organização, permitindo um panorama claro para o direcionamento dos rumos da empresa.

Assim, a gestão da qualidade leva em conta a perspectiva das finanças dos negócios, expectativas dos clientes, processos implementados na empresa, recursos aplicados (humanos e materiais), infraestrutura e qualidade das soluções de TI aplicadas. Tudo isso permite que as PMEs tenham um controle abrangente e elevem sua capacidade de oferecer seus serviços de modo consistente.

Agora que você compreendeu como funciona a gestão de qualidade em PMEs, veja os 4 passos para acabar com a gestão ineficiente de documentos. Até mais!

O que é e como funciona a gestão da qualidade nas PMEs
Avalie este post
Posts relacionados

Deixe uma resposta