Dicas de Gestão

Auditoria financeira: por que é importante fazê-la?

0

Um dos processos mais importantes na hora de evitar prejuízos e otimizar custos é o de fazer, em caráter periódico, uma auditoria financeira nos negócios.

No atual mercado competitivo, utilizar metodologias eficazes de controle e avaliação de todas as atividades de um negócio, sobretudo no setor financeiro, é um requisito básico para se manter no mercado.

Pensando nisso, a auditoria financeira analisa sistematicamente como as organizações fazem seu controle interno, mostrando problemas na empresa.

No post de hoje, vamos abordar a importância de se fazer a auditoria financeira, das vantagens que ela comumente traz e dar dicas de como iniciá-la em sua empresa. Continue a leitura e confira!

O que é Auditoria Financeira?

A auditoria é um procedimento que analisa as atividades realizadas por uma empresa e verifica se o seu planejamento está sendo seguido corretamente.

O financeiro é o departamento responsável pela gestão dos valores monetários da organização. Seu propósito é o de prezar pelo melhor uso e aplicabilidade dos recursos, garantindo o andamento das operações.

Nesse contexto, a auditoria financeira configura-se como um ramo da contabilidade que revisa as demonstrações financeiras da empresa, assegurando a fidelidade dos registros. O processo de auditoria busca a eficiência das operações, além de comprovar os registros contábeis e dos processos.

De acordo com a ISSAI 200 (Normas Internacionais das Entidades Fiscalizadoras Superiores), a finalidade de uma auditoria de demonstrações financeiras é aumentar o grau de confiança dos usuários.

Como realizar uma auditoria financeira?

A execução da auditoria financeira consiste na aplicação dos conhecimentos contábeis e de procedimentos de controle interno. É necessário definir previamente o que será analisado, como e quanto, a fim de maximizar os resultados e manter os objetivos alinhados.

Para realizar a auditoria é preciso seguir um regulamento, que vai desde a identificação dos processos e rotinas da empresa até a avaliação dos resultados e a sugestão de melhorias por parte do auditor.

Confira as etapas de uma auditoria e sua aplicabilidade!

1. Mapeamento dos processos

A primeira etapa a ser realizada refere-se à identificação de todos os processos existentes no setor e transformação em fluxos ou mapas das tarefas desempenhadas. O objetivo é sintetizar e mapear todos os procedimentos. Esse critério faz com que o fluxo dos processos seja visto de forma clara.

2. Identificação dos riscos

Nesta etapa você identificará os riscos existentes analisando as rotinas registradas. Para isso, é necessário uma análise minuciosa das tarefas, buscando falhas e instabilidades que não estejam de acordo com as normas.

3. Identificação do controle interno

Apresentados os riscos, o próximo passo é conhecer o controle interno. Podem ser os mais diversos: relatórios, contratos, assinaturas, sistemas, contratos, revisões, conciliações, planilhas, entre outros. Nessa etapa será verificado quais ferramentas estão sendo utilizadas para garantir que as práticas financeiras diárias não apresentam problemas.

Cabe ressaltar que existem metodologias disponíveis no mercado que priorizam a segurança, a autenticidade, a praticidade e facilitam a execução das ações operacionais.

4. Teste do controle interno

Essa etapa tem por objetivo analisar qual o nível de segurança e de eficiência desses controles. Exibindo qual o potencial de redução dos riscos identificados.

5. Análise dos resultados

Finalmente, por meio da técnica de auditoria obtém-se evidências e resultados. Quando as avaliações forem positivas, o auditor informa em seu relatório que o processo é eficaz e recomenda a sua manutenção.

Caso contrário, ao constatar falhas no processo, cabe ao auditor determinar exatamente onde está o problema, informando o porquê de estar acontecendo e sugerindo práticas para solucioná-lo.

A auditoria financeira deve ser aplicada de forma periódica e contínua dentro da empresa, e precisa ser considerada como uma ação preventiva, pois seus resultados beneficiam a todos.

Importante ressaltar que o auditor deve aplicar e cumprir integralmente os princípios e os requisitos éticos previstos nas normas e padrões nacionais de auditoria financeira.

Por que é tão importante realizá-la?

A auditoria é um importante mecanismo de fiscalização que permite a verificação da confiabilidade das demonstrações financeiras divulgadas por órgãos e entidades, públicas ou privadas, tendo como principal objetivo a transparência e prestação de contas.

Em síntese, é uma tarefa imprescindível para melhorar a forma como a empresa administra seu dinheiro, evitando e combatendo fraudes, esquemas e roubos dentro da organização.

A compreensão da realidade financeira e da eficácia da organização é um fator essencial para avaliar os pequenos detalhes do processo. É a partir desse monitoramento constante dos recursos financeiros que será possível aplicar e desenvolver estratégias de planejamento e otimização.

Outro fator importante diz respeito ao controle de qualidade, uma vez que ao implementar esses procedimentos, proporciona segurança acerca do trabalho da empresa e do seu estado financeiro, legal e organizacional.

Quais as vantagens que ela traz?

Erros fiscais e financeiros geram grandes consequências e podem comprometer a empresa. Por isso, adotar boas práticas de auditoria financeira minimiza as chances de falhas e pode trazer benefícios para os seus negócios.

Dentre eles, podemos destacar:

  • assegura maior correção nos saldos registrados;
  • fiscaliza a eficiência do controle;
  • aponta falhas na gestão e no controle interno;
  • garante a sustentabilidade do negócio;
  • melhora as margens de lucro;
  • faz com que os colaboradores se sintam mais seguros;
  • dificulta desvios e pagamentos indevidos de despesas;
  • contribui para obtenção de melhores informações sobre a real situação financeira da empresa.

De modo geral, a auditoria financeira favorece a reputação da empresa, pois assegura a veracidade das informações e informa o grau de solidez, trazendo, assim, maior credibilidade à entidade.

Além disso, garante a redução dos erros e eliminação dos riscos, tornando-se uma grande aliada da estratégia para o alcance da eficácia nos negócios.

Por fim, destaca-se a importância de utilizar ferramentas que facilitem esse processo de auditoria financeira, que garantam agilidade aos processos, maior segurança e menor centralização. Para isso, muitas empresas contam com o auxílio de metodologias inovadoras que facilitam o alcance dos resultados.

Gostou do nosso post? Então continue a visita em nosso blog e descubra também quais as 5 dicas para melhorar a eficiência operacional da sua empresa e tire suas dúvidas sobre o assunto. Boa leitura!

Auditoria financeira: por que é importante fazê-la?
Avalie este post
Você pode gostar
O ROI representa a relação entre lucro e prejuízo obtido sobre o capital investido. Saiba como avaliar todos os investimentos feitos.
Guia básico: o que é ROI e como calculá-lo?
controle de contratos
4 práticas para um controle de contratos eficiente na sua empresa

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu site

Share This